“Junho Violeta”: AL aprova projeto que visa promover saúde ocular no Ceará

04 de Novembro de 2021

Um dos objetivos é, também, promover uma campanha de doação de órgãos, especialmente de córnea.

Foto: Maximo Moura

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão plenária desta quinta-feira (4), projeto de lei que visa instituir a campanha estadual “Junho Violeta”, iniciativa para conscientizar a população sobre o ceratocone e a sua prevenção. A proposta é de autoria da terceira secretária da Mesa Diretora, deputada estadual Érika Amorim (PSD). 

“Esse é um grave problema que pode ser agravado se não houver a informação. O simples ato de coçar o olho pode ser danoso. Com essa proposta, desejamos dar ciência à população para que mantenha em dia a saúde ocular com um oftalmologista”, reforçou a parlamentar. 

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, o ceratocone afeta uma em cada duas mil pessoas e costuma surgir entre os 13 e os 18 anos. No Brasil, estima-se que a doença afete cerca de 150 mil pessoas. Geralmente atinge os dois olhos de maneira assimétrica, afetando mais um olho do que o outro.

Embora não tenha cura, a doença possui tratamento. Por isso, é importante o diagnóstico precoce para evitar a sua progressão. “Às vezes, até mesmo com um colírio é possível aliviar esses sintomas de coceira e pode evitar o agravamento dessa doença que pode comprometer de forma definitiva a visão”, alerta a deputada.

Um dos objetivos do Junho Violeta é, também, promover uma campanha de doação de órgãos, especialmente de córnea. O Projeto de Lei segue agora para o Palácio da Abolição e aguarda publicação no Diário Oficial do Estado.