Setembro Amarelo: Frente em Defesa da Saúde Mental reúne mais deputados e se associa ao Departamento de Saúde; confira programação

06 de de 2021

Dentre as atividades, destaque para uma audiência pública sobre o programa Vidas Preservadas, requerimento da deputada Érika Amorim.

Setembro Amarelo

Abrindo ações alusivas ao Setembro Amarelo, a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio se reuniu, no dia 2, para firmar a indicação de mais deputados ao colegiado. 

Agora, com a presidência da deputada Érika Amorim (PSD), a frente conta com o apoio dos deputados Guilherme Landim (PDT), Augusta Brito (PCdoB), Carlos Felipe (PCdoB), Acrísio Sena (PT), Queiroz Filho (PDT) e Aderlânia Noronha (SD). 

“A Assembleia Legislativa já iniciou a mobilização, na quarta-feira (1º), com a iluminação e a fixação do laço amarelo no seu prédio principal. Durante o mês, a Casa deverá promover uma série de atividades envolvendo parlamentares e servidores em ações alusivas a esta ação que defende a vida”, comenta Érika, que é a terceira secretária da Mesa Diretora do Poder.

A parlamentar destaca que a Frente irá atuar junto ao Núcleo de Saúde Mental, Núcleo de Práticas Sistêmicas Restaurativas, Núcleo de Mediação e Gestão de Conflitos e Célula de Psicologia e Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) do Poder. 

“Essa é uma bandeira já defendida e fortalecida pelo presidente Evandro Leitão desde 2019. Agora, contamos com a força da primeira-dama do Legislativo, Cristiane Leitão, que atua nos núcleos do DSAS”, destaca.

PROGRAMAÇÃO

Na quarta-feira (8/9), o Poder realiza a abertura do Setembro Amarelo e inicia os atendimentos psicológicos do Plantão Acolher Amarelo, que segue até 29 de setembro sempre às quartas-feiras, das 9h às 13h.

Já na quinta-feira (9/9) acontece a panfletagem e distribuição de lacinhos amarelos com a participação de deputados e servidores da Casa. “Essa ação, sem dúvida, contará com o total engajamento da Frente”, destaca a deputada.

Na sexta-feira (10/9), às 9 horas, será realizada audiência pública sobre o programa Vidas Preservadas. O debate atende ao requerimento da deputada e poderá ser conferido pela TV Assembleia, FM Assembleia e pelas redes sociais. No mesmo dia, solenidade do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio marca a agenda de eventos da Casa.

A partir do dia 13 de setembro, começam as oficinas nos municípios do interior do Estado, que seguem até dia 30 de setembro. Serão visitados os municípios de Quixadá, Caucaia, Baturité, Sobral, Maracanaú, Aracati, Aquiraz, Horizonte, Morada Nova, Cascavel e Fortaleza.

No dia 14, o webinar Suicídio: Prevenção e Posvenção ao Suicídio contará com a presença de especialistas sobre o tema.

O DSAS fará, também, a Oficina da Cartilha de Prevenção ao Suicídio, Alegria de viver. Para o projeto, foi elaborada uma cartilha para a realização de oficinas com adolescentes de escolas públicas do interior do Estado.

“Essas são apenas ações iniciais que marcaram os primeiros quinze dias de setembro. Em breve, lançaremos mais detalhes de mais atividades alusivas ao Setembro Amarelo da Frente”, afirma a deputada.

NOVA COMPOSIÇÃO

Com a saída dos ex-deputados Nezinho Farias e Patricia Aguiar, que assumiram as prefeituras de Horizonte e Tauá, respectivamente, a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio conta com a seguinte composição: Érika Amorim (presidente), Renato Roseno (Psol), Romeu Aldigueri (PDT), Elmano Freitas (PT), Jeová Mota (PDT), Leonardo Pinheiro (PP), Guilherme Landim, Augusta Brito (PCdoB), Carlos Felipe (PCdoB), Acrísio Sena (PT), Queiroz Filho (PDT) e Aderlânia Noronha (SD).