Em live, Érika Amorim recebe especialista e debate prevenção à gravidez na adolescência

04 de Fevereiro de 2021

A transmissão contou com a dra. Zenilda Vieira Bruno, que idealizou, há mais de três décadas, o Ambulatório do Adolescente na Maternidade Escola Assis Chateaubriand.

Live Érika Amorim

Como parte da programação em alusão à Semana Estadual de Prevenção à Gravidez na Adolescência, a deputada Érika Amorim (PSD) promoveu uma importante ação por meio de suas redes sociais na noite desta quinta-feira (4/2): uma live com o tema Prevenção à Gravidez na Adolescência - Rede de Assistência e Ações Preventivas. A transmissão contou com a dra. Zenilda Vieira Bruno, que idealizou, há mais de três décadas, o Ambulatório do Adolescente na Maternidade Escola Assis Chateaubriand. “Muitas famílias vivenciam ou já vivenciaram a realidade de uma gravidez precoce e não planejada. É uma questão de saúde pública. O nosso objetivo é fomentar cada vez mais a discussão acerca do tema, levando informações, ações e medidas práticas no combate à gravidez na adolescência. O Poder Legislativo, por meio do nosso mandato, está à disposição do povo”, afirmou Érika Amorim, terceira secretária da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Convidada especial no encontro, a chefe de Divisão Médica da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, professora doutora Zenilda Bruno, parabenizou a iniciativa e chamou atenção para uma realidade preocupante. “Uma gravidez precoce, principalmente na parcela mais vulnerável da nossa sociedade, pode acarretar problemas emocionais como angústia e ansiedade, e até mesmo tentativas de suicídio. Isso porque 70% dos casos dizem respeito a uma gravidez indesejada. Por isso, é importante a atuação de uma equipe multidisciplinar pra fornecer toda uma rede de amparo, como a que encontramos na Maternidade Escola”, frisou. Para Zenilda, o Estado como um todo deve buscar cada vez mais medidas de combate à gravidez na adolescência. “É necessário que os métodos contraceptivos sejam trabalhados em todas as maternidades para agirmos principalmente na prevenção à gravidez”, comentou. Durante a live, um importante serviço foi apresentado ao povo: o atendimento de emergência na Maternidade Escola Assis Chateaubriand (rua Coronel Nunes de Melo, s/n - Rodolfo Teófilo) para vítimas de abuso sexual e estrupo. “É um serviço que não precisa de encaminhamento justamente por se tratar de uma emergência. É importante que a vítima se dirija às instalações da Maternidade em até 48 horas após o ato, onde receberá o amparo de uma equipe multidisciplinar”, explicou Zenilda. Além da conversa com a doutora, a parlamentar abriu espaço para interação com os internautas com comentários e perguntas. A live contaria, também, com a presença da Procuradora de Justiça do Ministério Público do Estado do Ceará e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação, Elizabeth Almeida. Entretanto, por problemas técnicos, a sua participação será reagendada para outro momento. SAIBA MAIS A Semana Estadual de Prevenção da Gravidez na Adolescência foi instituída no Ceará (Lei nº 17.282), sancionada pelo governador Camilo Santana em 11 de setembro de 2020, é oriunda do projeto de lei 182/20, de autoria da deputada Érika Amorim, aprovado na Assembleia Legislativa. PROGRAMAÇÃO Durante toda a semana, a deputada Érika Amorim, além da live, realizou uma visita ao Ambulatório do Adolescente na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, participou de um Webinário promovido pelo Governo Federal e usou o seu tempo no primeiro expediente da sessão desta quinta para tratar da pauta. A programação segue até sábado nas redes sociais da parlamentar.